Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Para chanceler, onda nacionalista na UE pode favorecer Brasil

Equipe BR Político

O chanceler brasileiro Ernesto Araújo vê com bons olhos a onda nacionalista que banha a campanha eleitoral do Parlamento da União Europeia iniciada nesta quinta, 23, para escolha de seus integrantes. Serão escolhidos 751 deputados de 28 países-membros do bloco entre hoje e o dia 26. Atualmente, esse grupo de populistas de direita têm 20% das cadeiras e pesquisas eleitorais indicam seu crescimento, incluindo os eurocéticos.

Para o ministro do Itamaraty, existe otimismo apesar da possibilidade de o bloco levantar barreiras comerciais ao Brasil porque, “em compensação”, a convergência ideológica com o País pode ser um facilitador. “Nós temos várias visões em comum com essa grande onda nacionalista porque achamos que é um movimento natural das sociedades, dos povos querendo recuperar sua identidade. Se houver confirmação dessa tendência, talvez facilite vários aspectos da nossa relação com os países europeus, que já é excelente”, disse ele, em Paris, onde participa de encontro na sede da OCDE.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Ernesto AraújoOCDEonda nancionalista