Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Para CUT, Emprego Verde Amarelo revoga 86 itens da CLT

Marcelo de Moraes

Exclusivo para assinantes

Como era previsto, a CUT abriu suas baterias contra o Plano Verde Amarelo proposto pelo governo para gerar empregos para os trabalhadores mais jovens, de 18 a 29 anos. Para a central sindical, alinhada com o PT, se a proposta for aprovada, seriam revogados pelo menos 86 itens da CLT. A  CUT também afirma que o Verde Amarelo representa “uma ampla e terrível reforma trabalhista”.

A pressão da CUT e de outras centrais sindicais contra essas medidas era esperada, mas aumenta o caldo de cultura contra a proposta do governo. O problema é que as resistências ao Verde Amarelo também são grande entre parlamentares que costumam apoiar as medidas enviadas pela equipe econômica do governo de Jair Bolsonaro. A maior queixa é que o programa será financiado pela cobrança de 7,5% do seguro-desemprego. Líderes do Centrão já alertaram o governo que se essa fonte de receita não for alterada, a proposta será derrubada no Congresso.

Tudo o que sabemos sobre:

programa verde amarelocutseguro-desemprego