Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Para Damous, foi ‘atrevimento ímpar’ de Fux

Equipe BR Político

O deputado federal Wadih Damous (PT-RJ) afirmou em seu perfil de Twitter que a decisão do ministro Luiz Fux desta quarta, 22, de suspender a lei do juiz de garantias era esperada, mas significa um “atrevimento ímpar ao atropelar decisão do presidente do STF”. Segundo ele, é a “anarquia judicial inaugurada pela Lava Jato contaminando o Supremo”, escreveu.

Conforme você leu aqui no BRP, Fux, que assumiu provisoriamente a presidência da Corte, derrubou uma decisão do ministro Dias Toffoli ao suspender por tempo indeterminado a implantação do juiz de garantias, figura prevista na lei anticrime sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro.

Toffoli havia prorrogado por seis meses o prazo de adoção da medida e até definido uma regra de transição para os processos em andamento no País. Fux é relator das ações no STF que deram origem à decisão de hoje.