Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Para general, política e ideologia não justificam violação do Código Penal

Marcelo de Moraes

Exclusivo para assinantes

O general Santos Cruz, ex-ministro do governo Bolsonaro, afirmou que “não existe justificativa política e ideológica para violações do Código Penal”.

O general Carlos Alberto Santos Cruz

O general Carlos Alberto Santos Cruz Foto: Geraldo Magela/Agencia Senado

A declaração foi feita para condenar protestos que incluem atos de vandalismo e também para criticar quem espalha calúnias sobre outras pessoas e se defende alegando liberdade de expressão.

“Violência, vandalismo não é protesto, é crime. Injúria, calúnia, difamação não é liberdade de expressão, é crime. São áreas do Ministério Público, Judiciário e Polícia. Disputas políticas são normais”, escreveu Santos Cruz nas suas redes sociais.

Tudo o que sabemos sobre:

General Santos Cruzcódigo penal