Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Para Guardia, fatiamento não resolve problema

Equipe BR Político

Para o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, a proposta de fatiamento da reforma da Previdência não permite ao governo combater o problema do aumento dos gastos públicos a ser enfrentado. O comentário vai na contramão da proposta mencionada recentemente pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro.

“Evidentemente que cabe ao próximo governo conduzir o tema”, ponderou Guardia, que defende a aprovação da reforma previdenciária tal como se encontra no Congresso.”Temos que enfrentar o gasto previdenciário, que não para de crescer”, destacou, segundo o Broadcast Político.