Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Para Jobim, Moro ‘plantou ódios’ em pronunciamento de demissão

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

No atual contexto de pandemia do novo coronavírus, que demanda respostas do governo contra os colapsos sanitário e econômico, o ex-presidente do STF e ex-ministro da Justiça Nelson Jobim concluiu sua participação no debate virtual realizado pelo Conjur, nesta segunda, 4, com uma crítica à postura do ex-ministro Sérgio Moro de revelar “entranhas de discussão” no pronunciamento que oficializou sua demissão do governo.

“Eu vi com muito maus olhos aquela entrevista feita pelo ex-ministro da Justiça narrando todo o fato que criou uma situação política difícil  para o país. Para quê? Para quê? Para que nós fiquemos sabendo entranhas de discussão? Eu me lembro que eu tive um caso desse tipo e quando saí não dei entrevista a ninguém. Conversa com o presidente da República não se manifesta. Sai do ministério, mas não se plantam ódios que possam conduzir um momento extraordinariamente difícil, quando nós precisamos de coesão, entendimento e organização para a construção do futuro”, afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:

Nelson Jobimsergio moro