Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Para Maia, ‘e daí’ de presidente foi frase ‘mal colocada’

Alexandra Martins

Exclusivo para assinantes

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, classificou a reação desdenhosa do presidente Jair Bolsonaro com as 5.017 vítimas fatais de covid-19, até ontem, como “frase mal colocada”. Para ele, cada um responde de forma diferente diante de uma crise. “Não vou imaginar que o presidente, por uma frase mal colocada ou outra, está tratando como irrelevantes as mortes brasileiras, tenho certeza que não. Mas é claro que gera polêmica”, afirmou o parlamentar em coletiva nesta tarde de quarta, 29. O chefe do Planalto retrucou ao ser questionado ontem sobre as estatísticas alarmantes da doença no País com um “e daí?“.

Como você leu aqui no BRP, Maia não quer briga com o Planalto. Dois dias atrás, baixou a temperatura do movimento a favor do impeachment de Bolsonaro, enquanto seus aliados do Centrão negociam apoio em troca de espaços no governo. O deputado sabe que, hoje, o processo de afastamento não teria apoio suficiente para ser aprovado. Mas entende que todas as demais discussões dentro do Congresso e do governo ficariam em segundo plano, ofuscadas pela discussão em torno da cassação do presidente.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, em coletiva nesta quarta

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, em coletiva nesta quarta Foto: Reprodução