Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Para Maia, impeachment deve ser pensado ‘com muito cuidado’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, a quem cabe a responsabilidade de abrir processo de impeachment de presidente da República, preferiu adotar cautela às dezenas de pedidos de afastamento do chefe do Planalto nesta tarde de segunda, 27. “É claro que os ex-ministros (da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e o da Justiça, Sérgio Moro) são homens de credibilidade e geram pressão na sociedade. Mas acho que todos esses processos (impeachment e CPIs) precisam ser pensados com muito cuidado (…) Devemos ter paciência e equilíbrio e não ter açodamento”, disse Maia, argumentando que um processo desse porte, em plena pandemia, poderia agravar ainda mais os impactos econômicos que devem ser sentidos pelo Brasil nos próximos meses. “Quando você trata por tema como impeachment, sou juiz. Não posso comentar”, afirmou.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, em coletiva nesta segunda

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, em coletiva nesta segunda Foto: Najara Araújo/Câmara dos Deputados

Tudo o que sabemos sobre:

Rodrigo MaiaimpeachmentJair Bolsonaro