Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Para Padilha, pacote de Moro é ‘pró-milícia’

Equipe BR Político

O cineasta José Padilha adicionou novas falas ao recente roteiro de críticas ao ex-juiz Sérgio Moro. Em artigo publicado nesta terça, 16, na Folha, afirma que o pacote anticrime do atual ministro da Justiça é pró-milícia. “Sergio Moro finge não saber o que é milícia porque perdeu sua independência e hoje trabalha para a  família Bolsonaro. Flávio Bolsonaro não foi o senador mais votado em 74 das 76 seções eleitorais de Rio das Pedras por acaso…”, diz o diretor que um dia comparou Moro a um “samurai ronin”, o justiceiro do genial filme Yojimbo, de Akira Kurosawa. Segundo ele, o pacote “é absurdo no que se refere à luta contra as milícias. De fato, é um pacote pró-milícia, posto que facilita a violência policial”.

Padilha dirigiu a série de TV O Mecanismo, inspirada na Operação Lava Jato, que, no ápice de seu ficcionismo, atribuiu ao ex-presidente Lula a frase dita por Romero Jucá, por meio de um personagem claramente inspirado no petista, de que seria preciso “estancar a sangria” da Lava Jato. Criticado por isso, o diretor classificou os ataques de “debate boboca” na época do lançamento da série, em março de 2018, quando até ganhou lojinha da Netflix no aeroporto de Congonhas com produtos alusivos ao combate à corrupção. Será que vem por aí a segunda parte da série?

Tudo o que sabemos sobre:

josé padilhasergio moromilícia