Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Para Simone, conta da reforma tributária pode ‘não fechar’

Marcelo de Moraes

Exclusivo para assinantes

Presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Simone Tebet (MDB-MS) não esconde sua preocupação com a inclusão pelo governo de outros gastos dentro da reforma tributária. Ela participou hoje da sessão da Comissão Especial que discute a proposta no Congresso e acha que a conta que vem sendo montada corre o risco de não fechar se as mudanças se ampliarem demais.

Presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Simone Tebet

“Querem incluir a Renda Básica, criar um fundo para compensar a população mais carente e depois restituir da cesta básica, outro fundo bilionário para compensar estados…”, disse, preocupada sobre como isso poderá ser feito sem que haja um aumento de impostos para gerar as receitas necessárias.

“O governo não está discutindo imposto sobre renda e propriedade e quer colocar no cesto da reforma tributária uma série de outros gastos, a conta é só uma: vai aumentar imposto da classe média e isso o Congresso não vai aprovar”, afirmou.

“Eu, particularmente, sou cética em relação a uma reforma tributária mais ampla. Eu acompanho essa questão há mais de 20 anos e, obviamente que, com os demais parlamentares, lutarei até o último suspiro por uma reforma mais ampla possível. Mas, na prática, a teoria é sempre outra, temos um cobertor curto e a conta nunca fecha, um país com grande diversidade regional”, disse.

Tudo o que sabemos sobre:

Reforma tributáriaSimone Tebet