Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Para Valente, ‘reforma-mãe’ deveria ser a tributária

Equipe BR Político

O deputado federal Ivan Valente (PSOL-SP), contrário ao texto da proposta do líder do MDB, Baleia Rossi (SP), defendeu a reforma tributária como a mais prioritária para o País, nesta tarde de quarta, 22, na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados. “De onde que vai sair o dinheiro para equilibrar as finanças públicas? Qual mecanismo (será implantado) para arrecadar mais sem aumentar a carga tributária?”, questionou o parlamentar. Para ele, a reforma tributária deve discutir “taxação de lucros e dividendos, taxação de grandes fortunas, que se gasta R$ 500 bilhões de juros ao ano, que a evasão fiscal e sonegação estão na casa de R$ 600 bilhões ao ano. Tudo isso, independente da guerra fiscal que vamos ter na reforma tributária”. Valente lembrou que o tema é discutido na Casa “há 20 anos” e que não vai para frente porque sempre “entram os interesses”.

Tudo o que sabemos sobre:

Ivan ValenteReforma tributária