Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Paraná e Rússia em busca da Sputnik V

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O Paraná e a Rússia assinaram na quarta-feira, 13, um documento para cooperação técnica no desenvolvimento da vacina contra o novo coronavírus, batizada de Sputnik V.

O governador do Paraná, Ratinho Jr. Foto: Rodrigo Felix Leal

O desenvolvimento do medicamento está sendo feito pelo Instituto Gamaleia. O acordo deixa aberta a possibilidade de realização de testes, produção e distribuição do imunizante. “A ideia do memorando de entendimento é ampliar a cooperação e estabelecer uma parceria. Estamos avançando nas tratativas para transferência de tecnologia”, afirmou o governador do Estado, Ratinho Jr. (PSD).

Agora, o próximo passo é a formação de grupo de trabalho com integrantes do governo paranaense e do governo russo para acompanhar a validação da vacina em território brasileiro. Embora tenha sido registrada, o imunizante ainda será submetido a ensaios clínicos para testar sua segurança e eficácia.

O embaixador russo no Brasil, Sergey Akopov, e o presidente do Fundo de Investimentos, Kirill Dmitriév, participaram do encontro virtual e referendaram o memorando. Integrantes do Ministério da Saúde, do Ministério das Relações Exteriores e do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações também acompanharam a assinatura. Todos os estudos serão acompanhados pelo governo federal.

 

Tudo o que sabemos sobre:

ParanárussiavacinacoronavírusSputnik V