Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Parentes e assessores na criação da Aliança pelo Brasil

Equipe BR Político

Aliados de Jair Bolsonaro estão convocando um mutirão de parentes, amigos e funcionários para fazer parte da criação da Aliança pelo Brasil, novo partido que vai abrigar o presidente, seus filhos e os políticos leais a eles. A Folha informa que cada um dos 25 parlamentares que indicaram que vão migrar para a nova legenda foi incumbido de conseguir levar pessoas à convenção de “fundação” da nova legenda, na quinta-feira, e para assinar o pedido de sua criação.

O requerimento que pedirá o registro partidário tem de ter 101 assinaturas de representantes de 9 Estados, daí a convocação da corrente bolsonarista. A coordenação do pedido de criação está a cargo dos irmãos Flávio e Eduardo Bolsonaro e dos advogados Admar Gonzaga e Karina Kufa. Eles têm até o fim de março do ano que vem para coletar quase 500 mil assinaturas para que a Aliança tenha seu registro pedido no TSE.

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

Aliança pelo BrasilJair Bolsonaro