Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Parlamentares querem alterar BPC na reforma

Marcelo de Moraes

Deputados e senadores ainda têm muitas dúvidas sobre a proposta de reforma da Previdência, mas uma convicção já está se formando entre eles. A parte da proposta que trata do Benefício de Prestação Continuada (BPC) dificilmente permanecerá do jeito que foi enviada pelo governo ao Congresso.

Pela proposta oficial, o BPC só dará direito a um salário mínimo depois que a pessoa completar 70 anos. A partir dos 60 anos, a pessoa pode requerer o benefício mais só leva R$ 400. Nos corredores do Congresso, os parlamentares admitem que já está circulando pelas redes sociais a ideia de que os idosos pobres vão ter direito a menos do que um salário mínimo se a reforma passar. De olho nos eleitores, deputados e senadores acham que essa parte da reforma já foi para o brejo. /M.M.

Tudo o que sabemos sobre:

reforma da previdênciaBpc