Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Governo deixa clara insatisfação com derrota no Senado

Equipe BR Político

O ministro da Economia, Paulo Guedes, está deixando bem claro ao Congresso que não gostou da derrota sofrida pelo governo na noite de terça-feira, 1, na votação da reforma da Previdência pelo Senado. Em represália, nesta quarta, o ministro cancelou três reuniões que teria com senadores do PSD, PP e MDB. Parlamentares dessas siglas votaram a favor do texto principal mas traíram o governo na votação sobre o abono salarial, informou o Estadão.

O ministro da Economia, Paulo Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes. Foto: Dida Sampaio/Estadão

Além disso, como você leu no BRP, o governo já mandou recado aos parlamentares de que a cada redução da potência fiscal representada pela reforma, vai reduzir repasses de recursos para o chamado pacto federativo. A votação da noite anterior desidratou o impacto fiscal da proposta em mais R$ 76,4 bilhões.