Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Paulo Preto pede liberdade

Equipe BR Político

O ex-diretor da Dersa Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, apontado como operador do PSDB pediu a revogação de sua prisão preventiva ao juiz Luiz Antonio Bonat, novo comandante da Operação Lava Jato. O pedido de liberdade foi enviado ao magistrado em 15 de março. Bonat solicitou manifestação do MPF, informou o Blog do Fausto.

Paulo Preto foi sentenciado a 145 anos de prisão. Os advogados destacaram “ausência de contemporaneidade” no novo decreto de prisão contra o ex-dirigente da estatal e afirmaram que os fatos já eram conhecidos pelo MPF desde agosto de 2017. A defesa alega que não há “qualquer fundamentação concreta sobre risco de fuga ou de ocultação de bens”.

Tudo o que sabemos sobre:

paulo pretopedeliberdade