Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Pazuello sobre vacina: ‘Todos os Estados serão tratados de forma igual’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Em cerimônia de lançamento do Plano Nacional de Imunização contra a covid-19, o ministro da Saúde, Eduado Pazuello, afirmou nesta quarta-feira, 16, que todos os Estados serão tratados igualitariamente. A declaração é feita em meio à disputa com o governo de São Paulo, que anunciou que iniciará a vacinação dos paulistas em janeiro de 2021 com a vacina da Coronavac.

Eduardo Pazuello. Foto: Reprodução

De acordo com o ministro, o País já tem mais de 300 mil doses de vacinas negociadas.

“Todos os Estados serão tratados de forma igual”, repetiu o ministro mais de uma vez. “Não haverá nenhuma diferença. Todas as vacinas produzidas no Brasil pelo Butantan, pela Fiocruz ou por qualquer indústria, ela terá a prioridade do SUS. E isso está pacificado, isso está discutido e eu posso afiançar aos senhores, está muito bem tratado, está muito bem acompanhado. Qualquer fumaça, qualquer discussão anterior ficou na discussão. Nós estamos hoje afirmando: todos os Estados, todos os brasileiros receberão a vacina de forma grátis, igualitária e proporcional”, disse Pazuello.

Segundo ele, o ministério não está preocupado com a logística necessária para a vacinação. A maior preocupação, segundo Pazuello está no cronograma de distribuição e imunização. Isso porque, segundo o ministro, essas etapas dependem do registro dos imunizantes pela Anvisa.

“Não se preocupem com a logística, a logística é simples”, disse.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Eduardo PazuellovacinaCovid-19