Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

PDT de olho no voto de Kátia Abreu

Marcelo de Moraes

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, avisou que o partido estará atento ao voto que a senadora Kátia Abreu (PDT-TO) dará na votação da reforma da Previdência. No primeiro turno, a senadora votou a favor da proposta, apesar da orientação contrária do partido. Lupi usou suas redes sociais para avisar que se esse voto se repetir no segundo turno, ela poderá sofrer sanções da direção do PDT.

Senadora Kátia Abreu (PDT-TO)

Senadora Kátia Abreu (PDT-TO). Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

“Muitos têm me questionado, enquanto presidente do PDT, sobre o que será feito com a senadora Kátia Abreu. Se ela votar a favor do texto-base da Reforma da Previdência no segundo turno, a Executiva Nacional se reunirá para abrir o processo na Comissão de Ética”, escreveu Lupi.

O PDT ainda não anunciou sua decisão em relação aos sete deputados que votaram a favor da reforma na Câmara. A tendência é que haja punição, mas é considerado improvável que alguém seja expulso por causa da divergência na votação.