Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

PEC paralela mais perto do plenário?

Equipe BR Político

Tanto o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), quanto o líder do governo no Congresso, Eduardo Gomes (MDB-TO), afirmaram nesta terça-feira, 5, que a PEC paralela deve ser votada na quarta-feira, 6, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado. A proposta inclui Estados e municípios na reforma da Previdência e promove outras alterações no sistema.

Alcolumbre foi além e afirmou que vai apelar aos líderes e demais senadores para que se quebre o interstício, permitindo a votação da PEC amanhã mesmo no plenário. “Se votarmos em primeiro turno, será uma vitória, mas vamos tentar em dois turnos”, afirmou.

Gomes foi mais cauteloso e disse que acredita que a matéria vai para o plenário apenas na semana que vem. A votação dessa proposta no Senado é condição colocada por parlamentares para promulgar a reforma da Previdência.