Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Perfis falsos e robôs seguem na ativa

Equipe BR Político

Os perfis falsos e robôs que tanto deram o que falar durante a campanha eleitoral, ainda continuam ativos, mas tiveram queda no fluxo de atividades, segundo estudo feito pela empresa de análises AP/Exata. No Twitter ainda há uma quantidade significativa dessas contas agindo com mensagens a favor e contra Jair Bolsonaro (PSL) e seu adversário no segundo turno, Fernando Haddad (PT). Esse tipo de conta é chamada de perfil de interferência — usuários da rede social que não são pessoas comuns, são ativistas ou contratados.

Segundo o estudo, com dados coletados em 145 cidades brasileiras, o número de perfis de interferência mencionando Bolsonaro ou termos relacionados a ele caiu 73% entre a semana anterior ao segundo turno (de 22 a 28/10) e a primeira semana de dezembro (de 2 a 9/12). No caso de Haddad e termos ligados ao PT e à esquerda, a queda foi de 94%. O Twitter questiona esse tipo de pesquisa, afirmando que as empresas não têm acesso a todos os dados disponíveis da rede social, informou a Folha.