Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Pesquisa registra violência a 78% de candidatas negras consultadas

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

No Brasil, a violência na campanha eleitoral continua a todo vapor. Uma pesquisa feita pelo Instituto Marielle Franco com apoio da Terra de Direitos e Justiça Global registrou relatos de ataques virtuais no período eleitoral a 78% das candidatas negras a prefeita ou vereadora entrevistadas. As ofensas vão desde xingamentos racistas nas páginas da internet a ataques sincronizados durante transmissões ao vivo.

O levantamento entrevistou, de 21 a 28 de outubro, 142 mulheres negras candidatas de 16 partidos em 93 municípios e 21 Estados. De acordo com o relatório, os principais autores dos ataques virtuais são grupos não identificados (45%), candidatos ou grupos militantes de partidos políticos adversários (30%) e grupos misóginos, racistas e neonazistas (15%).

Entre as candidatas que participaram da pesquisa e relataram ter sofrido ataques, apenas 32,6% denunciaram os casos. Outras 29% não quiseram denunciar, e 17% afirmaram ter medo ou não se sentirem seguras para denunciar a violência que sofreram. Mesmo a pesquisa sendo anônima, 8% das candidatas disseram não se sentir à vontade paras responder as questões sobre denúncias.

Tudo o que sabemos sobre:

eleiçãocandidatasviolênciaataques