Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Petista vê suicídio de peruano como ‘exemplo de dignidade’

Equipe BR Político

Tentando vender a tese de que as investigações de corrupção da Lava Jato não passam de uma “manobra dos EUA”, o ex-ministro da Justiça, Tarso Genro, classificou o suicídio do ex-presidente do Peru, Alan Garcia, como um “exemplo de dignidade”. “Recusou a submissão às execuções sumárias pelos juízes treinados pela CIA, para fulminar o Estado de Direito na América Latina”, escreveu. Garcia se matou antes de ser preso pela polícia do Peru. Ele estava envolvido em um caso de corrupção ligado à empreiteira brasileira Odebrecht.

Notícias relacionadas

Tudo o que sabemos sobre:

tarso genroAlan Garcíaperu