Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Petroleiros ameaçam fazer ‘greve sanitária’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A Federação Única dos Petroleiros pede em carta ao comando da Petrobrás que a estatal empregue medidas profiláticas contra a pandemia do coronavírus para proteção dos funcionários no prazo de 72 horas. Caso a Petrobrás não implemente as demandas, a FUP avisa que vai entrar em “greve sanitária”. A lista inclui uso de máscaras e luvas, trabalho à distância para o setor administrativo, privilegiando aqueles com mais de 60 anos, parada de produção até 5 de abril, obedecendo exceções, fim de aglomerações, higienização obrigatória de empregados próprios e terceirizados, e participação de funcionários da estatal no comitê de crise. “Após esse prazo (72 horas) será deflagrada uma GREVE SANITÁRIA NACIONAL, com parada de produção, a referendo de assembleias”, afirma a entidade em nota.

Unidade da Petrobrás

Unidade da Petrobrás. Petroleiros ameaçam greve Foto: Fabio Motta/Estadão

Tudo o que sabemos sobre:

FUPPetrobrascoronavírusgreve sanitária