Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Petroleiros ameaçam entrar em greve a partir de sábado

Equipe BR Político

A duas semanas do megaleilão da cessão onerosa, que está marcado para o dia 6 de novembro, a Federação Única de Petroleiros (FUP) e o Sindicato dos Petroleiros do Rio de Janeiro (Sindipetro-RJ) afirmam que entrarão em greve a partir do próximo sábado, 26. As entidades tentam negociar um acordo trabalhista com a Petrobrás desde maio, no entanto, afirmam que a estatal não atende às reivindicações dos trabalhadores.

Plataforma de petróleo da Petrobrás

Plataforma de petróleo. Foto: Divulgação

Segundo o Estadão, no acordo oferecido pela Petrobrás, a empresa concederá um reajuste salarial abaixo da inflação e também migrará os funcionários para a nova legislação trabalhista. Na maioria das assembleias de funcionários, o acordo foi rejeitado pela categoria. Somente foi aprovado pelos trabalhadores do Sindipetro RJ, porém a entidade questiona a assembleia que aprovou o acordo. Em um documento enviado pelo  Sindipetro RJ ao Tribunal Superior do Trabalho (TST), o sindicato sugere que a Petrobrás atuou para colocar empregados favoráveis ao acordo na assembleia, o que teria distorcido o resultado. Tanto o Sindipetro RJ quanto a FUP aprovaram a greve nacional a partir do dia 26, caso a Petrobrás não reveja o acordo oferecido aos funcionários.

Tudo o que sabemos sobre:

PetrobrasgreveFUPsindicatospetroleiros