Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

PF apreende R$ 50 mil em endereços ligados a Baldy

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A Polícia Federal apreendeu R$ 50 mil em endereços ligados ao secretário estadual de Transportes Metropolitanos de São Paulo, Alexandre Baldy. O secretário foi preso pela força-tarefa da Lava Jato, na manhã desta quinta-feira, 6, no âmbito da Operação Dardanários, que apura crimes de corrupção, peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

O ex-deputado, ex-ministro e atual secretario do governo de São Paulo. Foto: Alex Ferreira / Câmara dos Deputados

Segundo o Ministério Público Federal, a operação que prendeu o secretário é um desdobramento das investigações que apuram desvios de recursos do Rio de Janeiro repassado para a organização social Pró-Saúde que administra hospitais no Estado e em outras regiões do País, informou o Blog do Fausto.

De acordo com a Procuradoria, “para possibilitar o pagamento de valores não contabilizados, os gestores da OS à época instituíram esquema de geração de ‘caixa 2’ na sede da Pró-Saúde, com o superfaturamento de contratos, custeados, em grande parte, pelos repasses feitos pelo Estado do Rio de Janeiro, os quais constituíam cerca de 50% do faturamento nacional da organização social (que saltou de aproximadamente R$ 750 milhões em 2013, passando por R$ 1 bilhão em 2014 e chegando a R$ 1,5 bilhão em 2015)”.