Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

PF deflagra Operação Desumano contra desvios em contratos de combate à covid no PE

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta, 16, a Operação Desumano, que investiga supostas irregularidades em contratos relacionados ao combate à covid-19 pelas prefeituras do Recife e de Jaboatão dos Guararapes, na região metropolitana. As irregularidades em contratações somam R$ 57.768.962,91.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Agentes da PF e 8 auditores da Controladoria-Geral da União (CGU) cumprem um mandado de prisão temporária para um empresário e 21 de busca e apreensão em endereços de Recife (16), Jaboatão dos Guararapes (1), Olinda (1), e Paulista (1). A ofensiva conta com o apoio não só da CGU, mas também do Ministério Público Federal e do Ministério Público do Estado de Pernambuco.

Segundo as investigações, os municípios contrataram a organização social investigada para atuar na terceirização de serviços de Saúde, sem que esta detivesse requisitos formais e capacidade operacional, patrimonial e financeira compatíveis com os serviços pactuados, havendo indícios de possível direcionamento, por parte de agentes públicos dos municípios, bem como possíveis pagamentos indevidos, mediante desvios de recursos na execução dos contratos, aponta a PF.

Ainda de acordo com a corporação, os investigados podem responder pelos crimes de peculato, organização criminosa, falsidade ideológica e dispensa indevida de licitação, cujas penas ultrapassam os 20 anos de reclusão.

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

PFOperação DesumanoCovid-19pernambuco