Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

PF faz operação contra investigados por morte de yanomamis em Roraima

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A Polícia Federal realiza nesta quinta-feira, 29, a Operação Ábdito, que mira garimpeiros investigados pelo assassinato de dois jovens indígenas em junho deste ano, na Terra Indígena Yanomami, em Roraima. A dupla estava caçando quando ambos atacados a tiros no meio da floresta, segundo a corporação. O nome da operação faz referência à situação de isolamento dos indígenas e à localidade dos crimes, além da ocultação dos suspeitos.

Policiais federais cumprem quatro mandados de busca e apreensão em Boa Vista, expedidos pela 1ª Vara Federal de Roraima após representação da PF e manifestação favorável do Ministério Público Federal.

Ao tomar conhecimento das mortes, a PF começou uma investigação e fez visitas à região do conflito. No local, os agentes encontraram indícios de atividade de pesquisa para o garimpo ilegal e de um acampamento usado pelos garimpeiros, bem como evidências dos crimes, como cartuchos de espingardas deflagrados. Na época, um dos suspeitos do crime, que está foragido, foi identificado.

Em nota, a PF afirma que “constatou que o garimpeiro contaria com o apoio de uma rede de familiares e amigos que estariam, ativamente, atrapalhando as investigações e teriam possibilitado a sua fuga”, informou a corporação. Na operação de hoje, os agentes buscam desarticular os “apoiadores” e investigar a participação deles em crimes como associação criminosa e favorecimento pessoal.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

yanomamisRoraimaPFOperação Ábdito