Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

PF prende suspeitos de trabalharem para máfia italiana

Marcelo de Moraes

A Polícia Federal prendeu hoje, pela manhã, em São Paulo, dois suspeitos de trabalharem para a máfia italiana. Os mandados de prisão fazem parte da Operação Barão Invisível e os dois cidadão italianos são investigados por possivelmente trabalharem para obraço da máfia italiana na América do Sul, conhecido como “Ndrangheta”. Segundo a PF,  o grupo mafioso, baseado na região da Calábria, no sul de Itália, controlaria 40% dos envios globais de cocaína, sendo o principal esquema criminoso importador para a Europa.

Os dois presos, que podem ser extraditados para a Itália, são pai e filho. Um deles, segundo a PF, já possui condenação por tráfico e associação para tráfico de drogas na Itália (com pena fixada em 14 anos de prisão). O segundo, que é filho do primeiro, tinha três apartamentos de uma cobertura no litoral paulista. Os dois estavam foragidos desde 2014.

 

Tudo o que sabemos sobre:

PFBarão Invisível