Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

PF vê ‘indícios concretos’ de fraude em ‘laranjal’ do PSL

Equipe BR Político

Após operação relacionada às investigações do esquema de candidaturas laranja em Minas Gerais, a Polícia Federal mineira afirma ter indícios concretos de que candidatas de fachada a deputada estadual e federal do PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, mentiram na prestação de contas da campanha eleitoral de 2018. Uma dessas empresas visitadas pela PF na operação de ontem, mesmo tendo emitido notas fiscais nas eleições de 2018, não funcionava havia mais de dois anos, segundo a investigação. Ela pertence ao irmão de um ex-assessor do ministro do Turismo Marcelo Álvaro Antônio.

“Isso é um indício concreto que a gente acha que está amplamente comprovado. Aquelas prestações de contas não refletem a verdade do que efetivamente ocorreu em termos de gastos de recursos”, afirma o delegado Marinho Rezende, responsável pela investigação, segundo a Folha.

Tudo o que sabemos sobre:

candidata-laranjaPSLPolícia Federal