Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

PM-SP recaptura 41% de 1.393 presos que deram fuga

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A Polícia Militar de São informou nesta tarde de terça, 16, que 577 presos foram recapturados de um universo de 1.393 que fugiram de quatro presídios estaduais na segunda, 15, em decorrência das suspensões de saídas temporárias dos detentos impostas contra a disseminação do coronavírus. Em quatro de cinco casas de detenção houve rebeliões – Tremembé, Mongaguá, Porto Feliz e Mirandópolis – e só no de Sumaré houve registro de apenas fugas. De acordo com a PM, todos os fugitivos cumpriam pena em regime semiaberto. Em Porto Feliz, houve o maior número de fugas, 594. Em Mirandópolis, a informação é de que houve apenas incêndio com feridos, mas sem fuga. Em entrevista à Rádio Bandeirantes nesta terça, o ministro Sérgio Moro (Justiça) afirmou que todos eles “vão prestar conta por esse comportamento”.

O CPP de Porto Feliz nesta terça, após fugas e um motim de detentos que incendiaram a unidade

O CPP de Porto Feliz nesta terça, após fugas e um motim de detentos que incendiaram a unidade Foto: Divulgação/Sifuspesp

A Secretaria de Administração Penitenciária de São Paulo justificou que “a medida (suspensão) foi necessária, pois o benefício contemplaria mais de 34 mil sentenciados do regime semiaberto que, retornando ao cárcere, teriam elevado potencial para instalar e propagar o coronavírus em uma população vulnerável, gerando riscos à saúde de servidores e de custodiados”.

Tudo o que sabemos sobre:

fugapresídioSão Paulopolicia militar