Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Podemos quer punição para senadora Rose de Freitas

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O Podemos deu aval para a representação feita pela ex-deputada federal Patrícia Ferraz na noite de sexta, 4, contra a senadora Rose de Freitas (ES). A parlamentar apresentou uma PEC na semana passada que possibilita a reeleição de Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre como presidentes das duas Casas Legislativas. O senador Álvaro Dias (PR) foi um dos primeiros a questionar a atitude da colega. Segundo o Podemos, o processo disciplinar pode implicar na expulsão de Rose do partido.

A senadora Rose de Freitas Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

“Começam a chegar no Podemos pedidos de abertura de processo no conselho disciplinar contra a senadora Rose de Freitas (ES). No pior cenário, os procedimentos podem resultar na expulsão da parlamentar.

O motivo é a defesa de uma Proposta de Emenda à Constituição que possibilita a reeleição de Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre. Numa sessão virtual do Senado ontem, o senador Álvaro Dias já tinha lido uma nota do partido contrário à iniciativa da senadora, indicando fechamento de questão sobre o tema.

A primeira assinatura de peso a compor o processo disciplinar é da deputada licenciada Patrícia Ferraz (AP). Ela é a maior ameaça ao irmão de Davi Alcolumbre na disputa pela prefeitura de Macapá.

Além dela, o vereador e pré-candidato a prefeito de Itápolis pelo Podemos, Ricardo Negrão, também protocola pedidos de expulsão da senadora Rose de Freitas na Executiva nacional do partido e na Executiva estadual do Podemos do ES”, diz a nota.