Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Por conta do óleo, parque de Abrolhos suspende visitação

Equipe BR Político

Um dia após a chegada das manchas de óleo na região do Parque de Abrolhos, o ICMBio determinou a suspensão por três dias da visitação ao local, a contar a partir de domingo, 3.

Em comunicado, o chefe do Parque, Fernando Repinaldo Filho, informou que a suspensão deve possibilitar as atividades de prevenção, controle e remoção do óleo, além de minimizar riscos à saúde. A depender do avanço das manchas, a suspensão ainda pode ser prorrogada.

Ontem, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, esteve na região e sobrevoou o parque, onde o óleo foi detectado pela primeira vez no sábado, de acordo com a Folha.

“É um óleo difícil, que vem a meia água. O radar não pega, o sonar não pega, o satélite não pega. A gente tem uma visualização dele quando chega na água. É difícil, a gente não tem um bola de cristal em relação a isso”, afirmou.

O Parque de Abrolhos foi criado pelo governo federal em 1983. A área concentra alguns principais bancos de corais do litoral brasileiro, que são fundamentais para o ecossistema marinho. Além de funcionarem como abrigo e alimento para os peixes, os corais também funcionam como um filtro da água do mar. Como você leu no BRP, a tendência é que a limpeza de mangues e corais levará décadas.

Tudo o que sabemos sobre:

Parque de AbrolhosCoraisvisitação