Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Por enquanto, 5 a 0 a favor das sátiras

Equipe BR Político

Ficou para amanhã a decisão do STF sobre a inconstitucionalidade da lei eleitoral que vete sátiras nas eleições. A pedido do ministro Luiz Fux o julgamento foi suspenso e será retomado nesta quinta-feira. Até o momento, são 5 votos a 0 a favor de liberar piadas com os candidatos durante o período eleitoral: Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Roberto Barroso, Rosa Weber e Dias Toffoli.

“Quem não quer ser criticado, satirizado fica em casa, não seja candidato, não se ofereça para exercer cargo político”, disse o relator, Alexandre de Moraes.

Notícias relacionadas

Tudo o que sabemos sobre:

STF