Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Por enquanto, nem embaixada, nem escritório em Jerusalém

Marcelo de Moraes

Pelo jeito, vai aumentar a frustração de quem esperava que Jair Bolsonaro aproveitasse a viagem oficial para Israel para anunciar, pelo menos, a abertura de um escritório de negócios do Brasil em Israel. Para os defensores da ideia, o movimento seria uma espécie de primeiro passo antes de efetuar a mudança da embaixada do Brasil de Tel Aviv para Jerusalém, decisão que tem causado enorme polêmica, por causar desconforto diplomático entre os países árabes.

Mas tudo indica que nem isso vai acontecer nessa visita. Segundo o ministtro do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, essa possibilidade está descartada. “Não está planejado declarar ainda”, afirmou, segundo informa o Broadcast.

 

Tudo o que sabemos sobre:

IsraelGeneral Heleno