Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Pozzobon: ‘Todos que se sentem bem com MP independente estamos em festa’

Marcelo de Moraes

Exclusivo para assinantes

O procurador Roberson Pozzobon, integrante da força-tarefa da Lava Jato, comemorou a decisão do ministro Celso de Mello, do STF, suspendendo os processos contra Deltan Dallagnol no Conselho Nacional do Ministério Público. No seu despacho, o decano do Supremo também fez uma forte defesa da independência do Ministério Público.

Roberson Pozzobon (Procurador da República). Foto: Felipe Rau/ Estadão

“A garantia à livre manifestação do pensamento – um dos dogmas estruturantes do Estado democrático de Direito – revela-se como elemento fundamental ao exercício independente das funções do MP, cuja voz não pode ser calada, sob pena de grave transgressão ao interesse público”, afirmou Celso de Mello.

Pozzobon celebrou a manifestação feita pelo ministro. “O Ministério Público e todos aqueles que se sentem bem com um Ministério Público independente estamos em festa”, disse.

Defendendo que a Lava Jato seja prorrogada, o procurador mandou o recado para os adversários da operação:

“O resto… bem, o resto já deve estar traçando novos planos, novas estratégias, novos ataques…”, afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:

Roberson pozzobonLava JatoCelso de Mello