Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Prefeito acreditava no crescimento da Ford em Horizonte: ‘Pego de surpresa’

Cassia Miranda

Exclusivo para assinantes

A menos de duas semanas no cargo, o prefeito de Horizonte (CE), Nezinho Farias (PDT), foi surpreendido nas últimas horas com o anúncio da Ford de que vai encerrar as atividades no Brasil. O município, que fica a menos de 50 quilômetros de Fortaleza, sedia uma das fábricas da montadora no País, a planta é responsável pela montagem de jipes Troller, e emprega 470 trabalhadores.

O prefeito de Horizonte, Nezinho Farias (PDT). Foto: Assessoria

Em entrevista ao BRPolítico, o prefeito diz que via a perspectiva de crescimento da montadora no município. “Nós fomos pegos de surpresa. A gente tinha sempre o contato com a empresa, com a Troller e a Ford. Para nós, a tendência era sempre de crescimento, ter a empresa cada vez mais sólida aqui. Acho que o Brasil todo ficou surpreso com o fechamento da Ford no País. Para nós, não foi diferente”, afirma.

“Nós estamos vivendo um momento já de crise econômica por causa da pandemia, então, em um momento como esse, receber uma notícia dessas, para nós é motivo de tristeza”, aponta. Nesta tarde, o prefeito tem na agenda uma conversa com o governador do Estado, Camilo Santana (PT), para tentar pensar em alternativas para minimizar o estrago da saída da empresa do município.

A unidade em Horizonte será a última da marca a ter as atividades encerradas, no 4º trimestre, entre outubro e dezembro deste ano. Por este motivo, Nezinho diz ter “esperança” de que até lá será possível encontrar investidores com interesse em adquirir a fábrica no município. A Ford é a única montadora com sede no Ceará.

“Nós ainda estamos com esperança de que seja possível a negociação com algum grupo que tenha interesse em comprar a fábrica e marca. Para nós, ainda há esperança”, afirma.

Apesar de não ter um cálculo aproximado do número de pessoas a serem afetadas com o fechamento da fábrica, o prefeito afirma que “será um porcentual significativo”, o que “para nós, é motivo de preocupação”. O município tem cerca de 67 mil habitantes, segundo o IBGE.

A prefeitura de Horizonte ainda calcula qual será o valor da queda de arrecadação a partir do fechamento da Ford na cidade. “É a única montadora no Ceará, uma marca que pra gente é totalmente cearense. Então, a gente fica surpreso e com a tristeza pela quantidade de empregos gerados, que vão deixar de existir, com a quantidade de dinheiro que circula dentro do município e vai deixar de existir”, encerra.

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

horizontefábricaFordNezinho Farias