Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Prefeito de Goiânia, Maguito Vilela, morre por complicações da covid-19

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Internado há quase três meses, morreu nesta quarta-feira, 13, o ex-governador de Goiás e prefeito licenciado de Goiânia, Maguito Vilela (MDB), aos 71 anos. O político estava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, desde o dia 27 de outubro, para tratar uma infecção pulmonar, em decorrência da covid-19, da qual já havia se recuperado.

Maguito Vilela foi internado para tratar da covid-19 na reta final da campanha

Maguito Vilela foi internado para tratar da covid-19 na reta final da campanha Foto: Reprodução/Facebook Maguito Vilela

O último boletim médico divulgado pelo hospital, ontem, informava que Maguito estava sedado para o tratamento de infecção pulmonar grave.

Eleição

Em novembro, mesmo internado, Maguito conseguiu ser eleito no segundo turno com 277.497 dos votos (52,60% dos votos válidos), contra 250.036 de seu rival, Vanderlan Cardoso (47,40%). Ele foi diplomado à distância e, após tomar posse por meio de assinatura eletrônica no dia 1º de janeiro, se licenciou do cargo. Desde então, a prefeitura goianiense é chefiada pelo vice-prefeito Rogério Cruz (Republicanos).

Nota divulgada pela Secretaria de Comunicação de Goiânia informou que “a família está providenciando o traslado do corpo de São Paulo para Goiás e ele deve ser sepultado em Jataí, sua terra natal”.

O drama familiar da família de Maguito com a covid-19 começou em agosto, quando duas irmãs do político morreram em decorrência da covid-19 em um intervalo de menos de 10 dias.