Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Novo PSDB’ não deve ter apoio do DEM no Rio

Marcelo de Moraes

Lançada como pré-candidata à prefeitura do Rio, no sábado, pelo PSDB, a ex-secretária estadual de Cultura Mariana Ribas dificilmente poderá contar com o apoio do DEM à sua campanha, como desejam os tucanos. Apesar da presença do ex-prefeito do Rio Eduardo Paes ao evento de lançamento, o DEM deverá apresentar candidato próprio à disputa, como o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, principal força política do partido no Estado, disse a amigos no fim de semana. O próprio Paes deverá ser o nome bancado pelo DEM na disputa.

Mariana Ribas, pré-candidata à prefeitura do Rio pelo PSDB, e João Doria, governador de São Paulo

Mariana Ribas, pré-candidata à prefeitura do Rio pelo PSDB, e João Doria, governador de São Paulo. Foto: Reprodução/Twitter

Os tucanos apresentaram o nome de Mariana dentro da estratégia de fortalecer o chamado “novo PSDB”. Seu lançamento foi prestigiado por figuras expressivas do comando nacional tucano, como o governador de São Paulo, João Doria, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, e o presidente nacional do partido, Bruno Araújo.

A ideia é revitalizar a legenda, enfraquecida pelo péssimo resultado na disputa presidencial do ano passado e mostrar que ela se repaginou, com novos nomes, e se reaproximou da agenda da sociedade. Mas, se tucanos e democratas, poderão se aliar em várias disputas regionais, no caso do Rio, dirigentes do DEM avaliam que é mais fácil o PSDB fluminense apoiar Paes do que o contrário acontecer.