Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Prefeitura sai de acordo com Odebrecht e Promotoria

Equipe BR Político

O prefeito Bruno Covas (PSDB) voltou atrás e decidiu suspender a participação da Prefeitura em um polêmico acordo entre a Odebrecht e o MP-SP. Na decisão, ele ainda pediu abertura de uma investigação para apurar as vantagens oferecidas à empreiteira no acerto. Em ofício encaminhado à Procuradoria-Geral do Município, o secretário de Justiça, Rubens Rizek, afirma que a decisão foi tomada “por cautela” em razão das “graves circunstâncias” relatadas pelo próprio órgão após a assinatura do acordo, em abril de 2018.

Questionada pela reportagem do Estadão, a gestão Covas não informou quais são as “graves circunstâncias” relatadas pela Procuradoria e disse apenas que “surgiram novos elementos em processo semelhante conduzido pelo Cade”, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica, órgão federal que abriu em 2017 uma investigação sobre formação de cartel nas obras viárias de São Paulo.