Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Preocupação com Previdência em Davos

Vera Magalhães

Investidores internacionais presentes ao Fórum Econômico Mundial têm preocupação com a disposição concreta de Jair Bolsonaro de fazer a reforma da Previdência. Um termômetro importante será seu discurso na abertura do fórum de Davos, mas os jornais desta terça-feira reforçam as nuvens no horizonte. No Estadão, o diretor adjunto do Departamento de Pesquisa do Fundo Monetário Internacional (FMI), Gian Maria Milesi-Ferretti, disse a jornalistas que “na área fiscal, a reforma da Previdência é importante, mas pode não passar pelo Congresso”.

Na Folha, uma reportagem de Maria Cristina Frias mostra controvérsias entre ministros na elaboração do discurso de Bolsonaro. Reforçando os sinais preocupantes, o filho do presidente, Eduardo Bolsonaro, disse aos jornalistas que a reforma da Previdência não deveria entrar no discurso, “porque atende mais ao público brasileiro que ao daqui”. / V.M.