Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Presidente da Caixa diz que ‘nunca tinha pensado’ que pessoas moram em lixões no Brasil

Cassia Miranda

Exclusivo para assinantes

Durante cerimônia no Palácio do Planalto, na quinta-feira, 3, em comemoração ao Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, disse que descobriu há três semanas que existem pessoas no Brasil que moram em lixões (Veja o vídeo abaixo). 

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães Foto: Amanda Perobelli/Reuters

“Quando nos viajamos pelo Brasil, eu agora, há três semana atrás, eu, não, nós, visitamos alguns lixões e o que a gente viu é algo que eu nunca tinha pensado que  existisse. Pessoas morando nos lixões, e vivendo no chorume”, disse, com cara de surpresa.

Certamente, parte da população “descoberta” por Guimarães se encaixa nos 2,9 milhões de brasileiros que vivem abaixo da linha da pobreza no País, segundo Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) para o período de 2017 e 2018, divulgada em novembro pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Segundo o IBGE é considerado em situação de extrema pobreza quem dispõe de menos de US$ 1,90 por dia, o que equivalia a aproximadamente R$ 151 por mês em 2019.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

LixõesPedro Guimarãespresidente da Caixa