Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Presidente disposto a conversar sobre CPMF

Equipe BR Político

O presidente Jair Bolsonaro falou nesta nesta quinta-feira, 22, que vai conversar com o ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre a possibilidade de criar um imposto federal sobre transações financeiras – nos moldes da extinta CPMF. Bolsonaro indicou que a medida teria que servir como forma de compensação. “Vou ouvir a opinião dele. Se desburocratizar muita coisa, diminuir esse cipoal de impostos, a burocracia enorme, eu estou disposto a conversar. Não pretendo, falei que não pretendo recriar a CPMF”, disse Bolsonaro em conversa com jornalistas na saída do Palácio da Alvorada, pela manhã. Se for seguir a linha de raciocínio do que o presidente disse ontem, de que a CMPF embutida na reforma tributária seria uma”derrota por antecedência”, o imposto deveria vir por outra via, que não a da reforma em tramitação na Câmara.

Ontem, Guedes afirmou que, se o tributo nos moldes da CPMF for “pequenininho, não machuca”. Segundo Bolsonaro, o ministro deixou claro que é a sociedade que deve tomar a decisão sobre o imposto, de acordo com o Broadcast Político. “Ele (Guedes) que falou. Ele pode falar ‘vou colocar 0,10% na CPMF e em consequência acabo com tais e tais impostos'”, declarou. O presidente reclamou que evita falar com a imprensa sobre determinados assuntos para não ouvir que houve recuo de sua parte. Na quarta, Bolsonaro voltou a negar a possibilidade do seu governo patrocinar uma nova CPMF.

Assine o BR Político para ter acesso a produtos e informações exclusivos. Clique neste link para se tornar um assinante.

Tudo o que sabemos sobre:

Jair BolsonaroPaulo GuedesgovernoCPMF