Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Presidente minimiza perigosamente importância da Constituição’

Equipe BR Político

Na avaliação do decano Do STF, ministro Celso de Mello, o presidente Jair Bolsonaro “minimiza perigosamente” a importância da Constituição. O cometário foi feito em entrevista ao Estadão após o ministro dar o voto mais contundente no julgamento em que o STF contrariou o Palácio do Planalto e manteve a demarcação de terras indígenas com a Funai, na última quinta-feira. “No momento em que o presidente da República, qualquer que ele seja, descumpre essa regra, transgride o princípio da separação de Poderes, ele minimiza perigosamente a importância que é fundamental da Constituição da República e degrada a autoridade do Parlamento brasileiro”, afirmou.

Questionado se a derrota imposta pela Corte seria um recado ao presidente Bolsonaro, Celso de Mello defende, mais uma vez, o respeito à Constituição e aos Poderes. “Porque ofende profundamente um postulado nuclear do nosso sistema constitucional, que é o princípio da separação de Poderes. Ninguém, absolutamente ninguém, está acima da autoridade suprema da Constituição da República”, disse.