Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Presidente tem ‘certas imunidades’, diz Aras

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Na linha do arquivamento do pedido dos subprocuradores para obrigar o presidente Jair Bolsonaro a seguir recomendações da Organização Mundial da Saúde no combate à pandemia do novo coronavírus, o procurador-geral da República, Augusto Aras, afirmou ao Estadão que a instituição deve se afastar de disputas políticas. Para o chefe do Ministério Público Federal, o presidente tem “liberdade de expressão” e os Poderes devem se guiar pelo consenso social. “O Estado brasileiro está funcionando normalmente, com técnicos empenhados no combate à covid-19. O governo, na figura do presidente, tem liberdade de expressão e goza de certas imunidades, assim como os parlamentares. Eventuais medidas que contrariem as orientações técnicas poderão ser passíveis de apreciação judicial”, afirmou ele à publicação.

O presidente Jair Bolsonaro e o procuragor-geral da República, Augusto Aras

O presidente Jair Bolsonaro e o procuragor-geral da República, Augusto Aras Foto: Dida Sampaio/Estadão

Tudo o que sabemos sobre:

Augusto AraspandemiaJair BolsonaroOMSMPF