Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Presidente vai de helicóptero a ato pró-governo

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Um dia após abrir sua agenda para Youtubers pró-governo e ser chamado de “assassino” e, ao mesmo tempo, “mito” enquanto comia um cachorro-quente em Brasília, o presidente Jair Bolsonaro foi à concentração de seus apoiadores neste domingo, 24, em frente ao Palácio do Planalto. Com a direito a chegada de helicóptero e caminhada pela via em frente à Praça dos Três Poderes, Bolsonaro ficou meia hora no local e por seis vezes percorreu a grade de segurança para cumprimentar os manifestantes, segundo o Estadão.

Bolsonaro voou da residência oficial até o Palácio do Planalto, enquanto, de carro, esse trajeto dura cerca de cinco minutos. Antes de pousar em uma aérea próxima à vice-Presidência, o presidente sobrevoou três vezes a área onde os manifestantes estavam. Imagens aéreas publicadas nas redes sociais do próprio presidente mostravam um público reduzido. Algumas faixas diziam “ditadura do Supremo”.

Com ele estavam os ministros do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, e da Cidadania, Onyx Lorenzoni, e os deputados Hélio Lopes (PSL-RJ), Carlos Jordy (PSL-RJ), Carla Zambelli (PSL-SP) e Bia Kicis (PSL-DF).

 

Tudo o que sabemos sobre:

Jair Bolsonaro