Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Pretos são mais barrados que brancos em pedidos de empréstimos, diz Sebrae

Júlia Vieira

Exclusivo para assinantes

Empreendedores pretos tiveram mais dificuldade de obter empréstimos nesta pandemia do novo coronavírus que os brancos, mostra recente pesquisa realizada pelo Sebrae em parceria com a Fundação Getúlio Vargas entre 29 de maio e 2 de junho. Segundo o levantamento, 61% dos pretos tiveram pedidos recusados, contra 55% de solicitações recusadas de brancos. A diferença ocorreu ainda que os negros tivessem pedido valores 26% mais baixos (R$ 28 mil) que o dos brancos (R$ 37 mil).

Empreendedores pretos tiveram mais dificuldade de obter empréstimos nesta pandemia do novo coronavírus que os brancos Foto: Werther Santana/Estadão

Apenas 32% dos empreendedores negros conseguiram manter seus negócios com o auxílio de ferramentas digitais. Entre os que não utilizavam ainda o ambiente online, 21% dos negros responderam que em breve pretendem utilizar. Outros fatores que contribuíram para o impacto negativo foram os fatos de que 70% dos negócios estavam localizados em locais que tiveram fechamento parcial ou total dos estabelecimentos e de que 45% deles atendiam somente de forma presencial. A  4ª edição da pesquisa “O impacto da pandemia de coronavírus nos pequenos negócios” entrevistou 7.403 empresários de pequenos negócios nos 26 Estados e DF.

Tudo o que sabemos sobre:

Sebraepretospandemia