Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Previdência e tributária devem ser votadas em separado, diz Appy

Equipe BR Político

O tributarista Bernard Appy, que está trabalhando junto com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), na elaboração da proposta de reforma tributária a ser apresentada na casa, afirmou nesta quarta-feira, 3, que não acredita que as reformas da Previdência e tributária devam tramitar de forma conjunta no Congresso. Para ele, o ideal é que se aproveite o ambiente político para avançar na discussão técnica das mudanças tributárias enquanto o Legislativo discute a reforma previdenciária.

A proposta desenhada por Appy para uma ampla reforma deve servir de base para a PEC que a Câmara dos Deputados quer elaborar. “Pelo que eu entendi, o deputado Baleia Rossi (MDB-SP) vai apresentar uma PEC que, em princípio, a base seria nossa proposta”, disse, ponderando em seguida: “Não decidimos nem pelo Congresso, nem pela equipe econômica, nós só apresentamos nossas propostas.” A proposta elaborada pela equipe de Appy mantém, segundo ele, a carga tributária no mesmo patamar. Conforme o tributarista, a situação fiscal do país não suportaria uma redução nesse momento, informou o Broadcast Político.