Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Previdência fora do primeiro ato

Equipe BR Político

O senador eleito pelo PSL, Flávio Bolsonaro afirmou que está fora de cogitação do futuro governo a não aprovação da reforma da Previdência já em 2019. No entanto, o filho do presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse que o envio do projeto da reforma ao Congresso não será o primeiro ato da gestão. As declarações foram feitas na noite desta segunda-feira, 3, no programa Central das Eleições, da GloboNews.

“Nossa vontade original é que fosse aprovada este ano, mas a avaliação política é de que seria arriscado. A ideia é que se aprove a reforma da Previdência em 2019”. Segundo Flávio, a proposta de reforma defendida pelo pai é “inovadora” e diferente da apresentada pelo governo atual, que está em tramitação na Câmara.