Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Previdência: impasse elementar

Vera Magalhães

A despeito das declarações de Jair Bolsonaro e de auxiliares do presidente eleito, como Joaquim Levy, de que a reforma da Previdência sai nos primeiros seis meses do futuro governo, segue o impasse básico: reportagem do Estadão desta sexta-feira mostra que não existe ainda sequer um consenso sobre se o melhor caminho é aproveitar a proposta de Michel Temer ou apresentar uma nova. Em linhas gerais, este é o dilema desde a campanha. Como os ritos iniciais de tramitação da reforma levam no mínimo seis meses, a única forma de assegurar a aprovação no primeiro semestre seria aproveitar o texto de Temer e modificá-lo no plenário da Câmara. / V.M.