Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Princípio de precaução’ da UE preocupa o agro no Brasil

Equipe BR Político

Uma cláusula incluída nos últimos momentos da negociação entre Mercosul e União Europeia está preocupando o agronegócio brasileiro, informa o Broadcast Político. Trata-se do chamado “princípio da precaução”, que impõe, por exemplo, barreiras para a compra de produtos considerados suspeitos por uso de agrotóxicos proibidos ou criados em áreas ilegais de desmatamento, mesmo sem comprovação científica. Resistente à proposta no início das tratativas, o governo brasileiro teve de ceder e incorporá-lo ao acordo para que ele fosse concluído. Segundo uma fonte próxima as negociações, essa foi a “última fronteira negocial”.

A solução, afirma um integrante do Itamaraty, foi incluir uma “blindagem” para evitar que os europeus “abusem” do mecanismo. De acordo com o Itamaraty, há um dispositivo que torna obrigatória a revisão periódica da medida, além de garantir a necessidade da apresentação de provas científicas para os consumidores interromperem compras preventivamente.